Rede Construvip (19) 4009-6363

Dicas e Novidades

A importância do arquiteto nas reformas

Pequeno, médio, grande, a gente sempre tem um reparo pra fazer em casa não é mesmo!
Nessas horas é muito importante a presença do arquiteto. Ele será responsável por harmonizar os ambientes, levando em consideração o espaço, os materiais a serem utilizados, além de ajudar a escolher toda a decoração, entre outros itens e necessidades. Quer saber como contratar o arquiteto ideal? Confira as nossas dicas a seguir:

Conheça as especialidades do profissional
Busque avaliar as especialidades do profissional antes de contratá-lo, assim você evita frustrações com desequilíbrio da balança expectativa vs realidade.
Há diversos profissionais especializados em diferentes áreas, reforma é uma delas. Se você buscar um arquiteto focado nesse tipo de trabalho, ele terá uma visão mais analítica sobre as suas necessidades e poderá fazer adaptações em um ambiente já construído. Outro ponto importante é pesquisar sobre o estilo dos projetos do arquiteto, mais clássicos, modernos ou seguem uma linguagem específica. Estará nas mãos dele a responsabilidade de tirar seus sonhos do papel, então, invista em uma opção que possa atender suas expectativas.

Busque recomendações
Nas relações de prestação de serviço, confiança é muito importante, e uma das maneiras de iniciar com confiança é por meio das recomendações. É interessante perguntar a um amigo ou conhecido que tenha passado por uma reforma o nome de quem fez o projeto. Ah, lembre-se também de verificar se as obras realizadas cumprem o registro de responsabilidade técnica (RRT) e se o profissional está devidamente cadastrado no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU). Vale a pena conferir o portfólio para conhecer um pouco mais sobre o trabalho desenvolvido pelo arquiteto, mas não se restrinja apenas a imagens. Se possível, busque conhecer as construções e reformas feitas por ele.

Entenda a atuação dele durante os projetos
O trabalho do arquiteto não se restringe a criar o projeto, ele precisa acompanhar toda a obra, verificando se o trabalho realizado segue as especificações. Uma das características essenciais do profissional deve ser a sua abertura para dialogar com os contratantes e com as pessoas responsáveis pela execução da reforma. É importante que ele também ajude você a realizar a cotação dos materiais e forneça orientações sobre as melhores compras, de acordo com a durabilidade e qualidade do material adquirido. Essa consultoria agrega ainda mais valor ao profissional de arquitetura.

Não comece uma reforma sem um projeto
Ainda que você goste de decoração ou tenha feito outras reformas por conta própria, não inicie uma mudança sem o acompanhamento de um arquiteto. O investimento é recompensado não só pelo tempo economizado, mas também pela correta utilização dos materiais e pela manutenção da residência.
Sem a presença do profissional, você corre o risco de ter dores de cabeça com reparos desnecessários em um futuro próximo. Afinal, o arquiteto estudou justamente para harmonizar ambientes, a fim de torná-los mais bonitos e mais que isso, funcionais. O primeiro passo para uma reforma de sucesso é contratar um arquiteto. Com a ajuda dele, será mais fácil tirar as ideias do papel e valorizar qualquer espaço da sua casa.

Como combinar a cor do piso com a dos móveis?

Quando você vai fazer uma reforma na sua casa, e quer que tudo fique combinando. É o sofá pra combinar com o tapete, a poltrona que combina com a cor da parede e por ai vai. Como obter equilíbrio entre os móveis e o piso? O jeito mais simples é usar as mesmas tonalidades, porém o efeito não será tão rico. Uma ideia é escolher a cor do piso igual ou parecida com a cor dos móveis, para parecer uma coisa única e acertar na combinação. Trabalhar contrastes gera um resultado mais interessante.

É possível usar a mesma madeira, mas em tons diferentes, a exemplo de imbuía escura no chão com imbuía clara nos móveis, ou carvalho tingido e carvalho natural.

Uma outra forma fácil de combinar a cor do piso com os móveis planejados é escolher móveis na cor branca, que é uma cor neutra e que combina com todas as cores existentes e escolher a cor de piso de sua preferência, sem medo algum de errar.

Já quando você quer um ambiente mais colorido, existe a opção dos móveis coloridos, sua grande vantagem é que ela se destaca por si só. Logo, o revestimento do seu sofá, rack, estante, que não imitem madeira terão um contraste natural com o piso.

Com relação à superfície dos materiais, se o piso tiver acabamento brilhante como o porcelanato, escolha o móvel com acabamento fosco e vice-versa. Muito brilho deixará o ambiente deselegante.

Lâmpada de LED

Existem muitas situações em que há desperdício de energia, como mau uso e aproveitamento da energia gerada. Com a tecnologia, foi lançando no mercado várias lâmpadas econômicas, porém com um custo alto. Essa tecnologia ganha cada vez mais espaço em imóveis, e já considerando um ótimo investimento para fazer melhorias e redução de custos na conta de energia.

Em uma lâmpada incandescente comum, menos de 10% da energia que passa por ela é transformada em luz. Os outros 90% da eletricidade são perdidas na forma de calor, por isso uma lâmpada desse gênero esquenta tanto quando fica acesa por muito tempo.

Já pensando na economia de energia, surgiram as lâmpadas fluorescentes, que usam bem menos energia do que as sucessoras, mas possuem mercúrio em sua composição. Por isso, o LED surgiu como alternativa razoável.

O LED nada mais é do que um diodo emissor de luz. Além de possuir um tamanho bem reduzido em relação às demais lâmpadas, o diodo possui uma taxa de luminosidade realmente boa.

As lâmpadas led proporcionam até 80% de economia de energia em comparação com as soluções de iluminação tradicionais e requerem o mínimo de manutenção devido à vida útil extremamente longa.
A vida útil é muito superior as suas equivalentes incandescentes ou fluorescentes, e para completar, possuem a garantia de um desempenho de iluminação excelente e confiável devido a mais moderna tecnologia empolgada. Elas necessitam de uma menor quantidade de potencia para gerar o mesmo fluxo luminoso de uma lâmpada.

Estes são alguns dos benefícios que as lâmpadas LED apresentam:
· Qualidade de luz visivelmente confortável;
· Baixa geração de calor;
· Não emite raios ultravioleta e infravermelho;
· Possibilidade de troca de lâmpada incandescente por LED, pois as bases das lâmpadas são do mesmo tamanho;
· Economia de até 80% em comparação com as lâmpadas incandescentes;
· Maior durabilidade em comparação com outras lâmpadas;
· Fácil descarte e reciclagem por não conter chumbo ou mercúrio.

Cimento Queimado

O que é o cimento queimado?
Cimento queimado é uma técnica bastante antiga, que hoje está sendo muito utilizada em projetos, principalmente de interiores. Nada mais é que um tipo de acabamento de piso feito a partir de argamassa de cimento, areia e água. Seu efeito com aparência de inacabado é ideal para quem gosta dos estilos contemporâneo e industrial de decoração, mas também combina bem com o rústico. O cimento queimado pode ser aplicado tanto em pisos quanto em paredes, tanto em ambientes externos quanto internos.

Sua aplicação é diferente nos dois casos (piso e parede), pois como o piso é um local de alto tráfego, deve-se usar uma camada mais grossa de revestimento no chão, do que na parede (cerca de 30mm de espessura). Consequentemente você irá utilizar mais material para aplicá-lo em pisos.

Como fazer?
Fizemos um passo-a-passo explicando como fazer seu próprio piso de cimento queimado:
1) O primeiro passo é preparar o contrapiso, remover qualquer outro revestimento, limpe bem para retirar qualquer pó ou sujeira. O local da aplicação tem que estar bem limpo e seco;
2) Coloque fita adesiva nos cantos da parede para evitar manchas e automaticamente vai ser demarcada a altura que o piso terá;
3) Coloque as juntas de dilatação fixadas em uma camada de argamassa;
4) Misture a areia e o cimento seco, coloque água aos poucos para formar a argamassa;
5) Distribua a massa igualmente pelo contrapiso, nunca ultrapassando a fita adesiva. Com auxilio da desempenadeira, alise toda a superfície do piso;
6) Ainda com a argamassa úmida, polvilhe por toda a área com pó de cimento, cobrindo-a totalmente. Após a argamassa ter absorvido o pó de cimento, com uma desempenadeira, alise o piso. Obs.: É nessa fase que poderão misturar colorantes ao pó do cimento, como o pó xadrez, caso queira um revestimento colorido;
7) Lave o piso com água e sabão de coco depois que o cimento estiver bem seco. Pode ser que demore 2 dias para secar;
8) Aplique 5 ou 6 demãos de resina acrílica ou cera incolor para ter um piso brilhante e impermeabilizado;
9) Está pronto seu piso de cimento queimado.

Embora simples, é necessário ter algum preparo físico, dado a ser aplicado manualmente, requerendo algum esforço físico na aplicação, e dominar a técnica para fazer um piso de cimento queimado perfeito.

Espaço Gourmet, como criar o seu

Você não precisa de um espaço enorme pra fazer sua área gourmet. Hoje em dia, até mesmo apartamentos de 60 e poucos metros tem varanda gourmet, um conceito que virou moda na arquitetura.

Você precisa de um espaço para cozinhar, preparar alimentos, uma boa churrasqueira, mesa e cadeiras ou bancos para acomodar seus os convidados.

Dessa parte ninguém esquece! Nós queremos te ajudar com detalhes que ninguém se preocupa, mas que são de suma importância, as bases essenciais.

Pisos e revestimentos
Primeiro passo, sua área será coberta ou descoberta, é uma varanda de apartamento, ou área externa da casa?
Pensado isso, vamos definir o piso e revestimento. Com intempereis como a incidência de respingos de gordura ou alimentos, a exposição ao sol, ao vento e à chuva, você precisará de um piso resistente que oferece segurança e facilidade de manutenção.
Os porcelanatos são uma ótima escolha em piso, oferecem resistência, durabilidade, é prático de limpar, além de ter diversidade em estampas pra agradar todos os gostos.

As cerâmicas também são excelentes, atendendo as demandas da área, e as rústicas dão um charme a mais na décor.
Como é um espaço pra família e que geralmente está em ambiente externo, as estampas mais naturais, com aparência de madeira, são uma ótima escolha, harmoniza bem com cores diferentes.

Para os revestimentos de parede, está em alta as cerâmicas decorativas, com temas divertidos e coloridas.

Churrasqueira
Você dispõe de menos espaço e está criando uma varanda gourmet? Nesse caso, a melhor escolha é a churrasqueira elétrica.
Projetos realizados em área externa, podem receber churrasqueiras pré moldadas e maiores, ou até mesmo fornos para pizza.

Decoração em geral
Ideal para reunir a família e os amigos para festas e almoços, a decoração de varanda com churrasqueira precisa ser bem pensada para ser prática e usual.

Como as áreas em apartamentos não são muito espaçosas, uma dica pra driblar isso é investir em tonalidades claras que dão a impressão de amplitude ao ambiente.

Ladrilhos estampados na parede, além de decorar com charme, os revestimentos protegem paredes em áreas externas ou úmidas. As varandas decoradas com plantas ficam muito mais charmosas. Aposte em pequenas árvores como palmeiras e em vasos decorativos. Pode até mesclar folhagens e floras para uma decoração mais diversificada.

Para completar o ambiente, aposte em móveis com design assinado. Esta cadeira amarela sai do comum e se destaca pela cor e pelo estilo.
Ousar usando o mobiliário é uma solução funcional para ambientes mais neutros e cômodos pequenos.